LOMBALGIA – Saiba como evitá-la com a Quiropraxia!

LOMBALGIA – Saiba como evitá-la e tratá-la através da Quiropraxia

Em um  dia, tudo está bem e, de repente, você sente uma dor na coluna lombar. Trata-se de uma dor persistente e que se ramifica, descendo pelas nádegas, pernas, causando dores nas costas que simplesmente o impossibilitam de realizar tarefas simples.

lombalgia-saiba-como-evita-la-atraves-da-quiropraxia

Pois saiba que isso é um sinal típico da lombalgia, que literalmente, significa dores na região lombar. E não pense que é uma patologia exclusiva de quem tem a idade mais avançada. Até os mais jovens podem ter lombalgia, e com frequência.

Conforme ilustrado no gráfico abaixo, podemos observar que, algo em torno de 55% dos homens com idade inferior a 25 anos já foram atingidos pela lombalgia pelo menos uma vez na vida. Na mesma faixa etária, entre as mulheres, esse percentual sobe para 63%. É bom frisar que muito desses indivíduos tem a dor na lombar ocasionado por excesso de esforço físico, principalmente nas academias, e, por manter uma postura corporal incorreta.

Lombalgia

O “ápice” dessa patologia acontece nas pessoas entre 36 e 45 anos de idade, chegando a atingir 80% dos homens e 70% das mulheres.

O que é, e como identificar a lombalgia

A lombalgia, ou lumbago, como também é conhecida, ocorre mais especificamente na região inferior da coluna vertebral, próximo à bacia e, na maioria das vezes, por ser extremamente desconfortável, causa dificuldades para se movimentar, principalmente nas ações de se abaixar, de se levantar, e de fazer rotações com o tronco.

A espécie mais comum das lombalgias é a relacionada com movimentos e posições, ou seja, de origem mecânica degenerativa. Poderíamos afirmar que o encurtamento dos músculos posteriores e o mau posicionamento das vértebras lombares é a causa da lombalgia, que ainda, muito comumente, é confundida com a dor nos rins.

É confundida, pois com os rins inflamados, você pode ter dor na lombar, mas somente em um lado das costas, e de modo geral, vem acompanhada de febre, de náuseas, de arrepios, de tontura e até de vômitos, o que não acontece na lombalgia, diferenciando assim mais facilmente os dois.

As causas da lombalgia

A lombalgia causada por incapacidade funcional e pela morbidade só tem uma menor incidência do que a cefaléia (as famosas e terríveis dores de cabeça), isso considerando todos os distúrbios dolorosos que mais acomete os seres humanos.

Lombalgia

Veja no quadro abaixo, resumo das dores mais comuns, e que mais incomodam os brasileiros no dia a dia:

Tipo de dor Porcentagem
Dor de cabeça e enxaqueca 78
Dores nas costas / lombalgia 63
Dor muscular 45
Dor nas áreas tensionais 29
Cólica menstrual 24
Dor de garganta 11
Outro tipo de dor (ouvido, dente, abdômen, ao urinar) 17

Sinais de irritação e mau humor, além de não conseguir realizar as atividades como gostariam, são as maiores queixas de quem teve que lidar com uma dor na lombar.

O que causa lombalgia é, por assim dizer, problemas de toda ordem, desde má postura até traumatismos. Sobrecarga na região lombar também pode causar lombalgia. O início de problemas ortopédicos ou na coluna vertebral, desgastes, e até mesmo um escorregão causam lombalgia, e, são capazes de desencadear uma tremenda crise se não tratadas corretamente.

Tratamento da Quiropraxia

Felizmente, o tratamento da Quiropraxia existe e serve para intervir positivamente na dor lombar, aliviando-a, minimizando a crise, e até mesmo curando a lombalgia. Esse é um dos motivos que os tratamentos de lombalgia poderiam ser realizados diretamente por um Quiroprático.

Para quem sofre de lombalgia, a dor na coluna lombar é muito frequente, causando o afastamento de muitas pessoas do trabalho, o que para a maioria das empresas acaba por gerar um custo elevado e desnecessário.

Contudo, se determinadas atitudes fizessem parte do estilo de vida do colaborador, e programas de prevenção fossem implantados nas organizações, isso poderia ser bem diferente.

Algumas empresas, com o intuito de melhorar a qualidade de vida de seus funcionários e de reduzir a ausência dos mesmos no trabalho, optam pela adoção de campanhas sobre como utilizar o tratamento para coluna lombar quiroprático preventivamente, ou mesmo através de simples orientações sobre como manter uma boa postura corporal.

Mesmo que a lombalgia não seja considerada uma doença, as dores na coluna incomodam e aborrecem, indiferentemente do estágio em que se encontram, podendo ser divididas em três fases específicas:

  • Aguda e que aparece do nada, mas que é persistente, com duração de até seis semanas;
  • Subaguda e com duração de seis a doze semanas;
  • Crônica, com duração acima de doze semanas.

Em qualquer uma delas, praticar exercício físico ou realizar esforço é totalmente contraindicado, devendo o paciente permanecer em repouso absoluto, de preferência deitado e com a coluna reta. Alongamentos e massagens relaxantes são indicações para aliviar a crise.

A dor lombar pode sim ser sinal de problemas graves de saúde e há a indicação de que se busque ajuda profissional adequada, preferencialmente, com alguém que possua a especialidade em coluna, para um diagnóstico mais preciso.

O diagnóstico da lombalgia

Lombalgia

O diagnóstico da dor lombar realizado pela Quiropraxia ocorre, primeiramente, através do levantamento do histórico do paciente. Eventuais quedas, movimentos bruscos ou desajeitados, fraturas, acidentes automobilísticos, entre outros, são analisados cuidadosamente pelo profissional Quiropraxista.

Há também a realização de perguntas acerca da condição de saúde atual do paciente, a fim de que seja realizada uma eventual correlação da dor lombar ou que se observe alguma possível contraindicação ao tratamento.

A segunda etapa é baseada na avaliação física e postural do paciente, sendo essa uma importante etapa na descoberta de alterações na mecânica das articulações.

O Quiropraxista irá realizar a palpação de toda a região lombar a fim de evidenciar alterações de sensibilidade, tônus muscular e pontos dolorosos. Depois, serão realizados também testes específicos de mobilidade articular para detectar a causa exata da dor lombar.

Vale ressaltar que a Quiropraxia é um tratamento que independe de exames de imagens para que o seu diagnóstico e tratamento sejam realizados, porque a avaliação física e postural é quem norteia toda a conduta terapêutica, identificando a real causa mecânica articular causadora da dor lombar.

Qual é o melhor tratamento para a lombalgia?

Alguns métodos alternativos costumam ser indicados no tratamento da dor de coluna lombar.

Há opções como a Acupuntura, em que se utilizam agulhas com o intuito de se estimular alguns pontos da coluna; o Shiatsu, que utiliza os mesmos pontos da Acupuntura, contudo, através de pressão com os polegares; o Pilates, que consiste na realização de movimentos e exercícios de forma lenta, a fim de se estimular a musculatura estabilizadora da coluna vertebral; o RPG, que se trata de uma reeducação postural global, para realinhar as cadeias musculares e melhorar a postura; e a Quiropraxia, que trata as dores lombares através da manipulação articular para reposicionar as vértebras e remover compressões dos discos intervertebrais sobre os nervos periféricos melhorando a sintomatologia dolorosa do paciente.

Dentre as opções mencionadas, salientamos que a Quiropraxia é uma das opções mais eficazes para a dor de coluna lombar, por possuir resultado imediato e recuperação à curto prazo. Logo na primeira sessão de realinhamento da coluna vertebral é possível ter uma melhora de cerca de 70% ou mais, a depender do grau de comprometimento do caso do paciente. Tudo isso sem falar do custo-benefício do tratamento

Além de garantir uma boa redução das dores lombares, a Quiropraxia proporciona maior amplitude aos movimentos, diminuindo a rigidez e os espasmos musculares, trazendo uma agradável sensação de bem-estar e de relaxamento. Com isso o paciente pode desfrutar de uma melhor qualidade de vida e saúde, tendo mais disposição para a realização das suas atividades diárias, podendo praticar atividade físicas sem dor.

A Quiropraxia também serve para prevenir as dores na lombar, não só para o tratamento. Se você já teve lombalgia, ou mesmo indícios da patologia, sessões regulares ou de manutenção, após um tratamento de Quiropraxia, evitarão o retorno e a causa da dor.

Cuidados para se evitar a dor lombar

Além de tudo o que foi previamente mencionado, a mudança nos hábitos da pessoa que sofre de lombalgia é mandatória a fim de que se amenizem as crises.

Não é possível extinguir o problema caso alguns hábitos não mudem. Além disso, uma sessão de Quiropraxia pode não ser suficiente, por isso, deve se seguir as indicações do profissional e, além disso, as sugestões abaixo:

  • Adoção da Quiropraxia para se evitar novas crises;
  • Fortalecimento dos músculos;
  • Alinhamento da coluna vertebral;
  • Buscar o equilíbrio biomecânico do corpo;
  • Prática regular de atividade física apropriada;
  • Perda de peso, caso o mesmo esteja acima do ideal;
  • Dormir com um travesseiro em posição adequada;
  • Evitar o carregamento de peso;
  • Evitar o estresse;
  • Manter um estilo de vida saudável e equilibrado.

Seguindo-se estas orientações, as chances de se ter dores lombares ficarão muito reduzidas. Além disso, tais indicações garantem uma melhor liberdade de movimento ao paciente em qualquer idade.

Importante:

A dor lombar costuma ser bastante comum na fase adulta, mas também pode ocorrer em crianças e adolescentes, sendo necessário que se faça uma investigação cuidadosa dos sintomas apresentados para indicação do melhor tipo possível de tratamento.
Vale lembrar que todo e qualquer tratamento é realizado de forma individual, baseado nas respostas do organismo de cada indivíduo. O que funciona bem para uma pessoa, pode não funcionar para a outra. Por isso, é essencial que os diagnósticos sejam realizados individualmente. E por profissionais competentes e habilitados. Dessa forma, a duração e a intensidade do tratamento podem variar de pessoa para pessoa.

Não permita que as dores nas costas ou as dores lombares atrapalhem a sua vida, consulte com frequência um Quiropraxista. Acesse o nosso site www.saudedacolunavertebral.com.br ou ligue para o nosso telefone 71 3102-0202 e agende sua consulta com quem é referência em Tratamento da Coluna Vertebral em Salvador. Vertebrale Clínica de Quiropraxia em Salvador.

Nosso WhatsApp: (71) 9 9678-9696.